A Remar Swazilândia dá Apoio à Comunidade Local

Recentemente, os Voluntários da ONG REMAR na Suazilândia, fizeram uma Campanha de Distribuição de Alimentos entre a população da comunidade local, dando a pessoas que vivem em condições precárias, sem recursos suficientes para ajudar as suas famílias com alimentação adequada.

A Swazilândia está situada perto da África do Sul, com uma população de mais de um milhão e trezentos mil habitantes, onde a crise alimentar está a fustigar este país, levando-o a uma situação de emergência humanitária. A população mais vulnerável, à semelhança do que acontece em tantos outros países, são as crianças, as mulheres, os idosos e os doentes com HIV. 

  

Há cerca de 20 anos que a ONG REMAR presta a sua ajuda neste país às pessoas mais desfavorecidas, e conta com Lares de Acolhimento para crianças que é o trabalho mais importante que oferecemos. Na Swazilândia há um índice elevado de desnutrição infantil devido à falta de colheitas, onde as Secas são persistentes, ano após ano. E para agravar a situação, existe um grande número de crianças órfãs devido às enfermidades provocadas pelo vírus da SIDA e à violência. Também ajudamos as crianças que sofrem exploração infantil e outros tipos de abuso.

 

A Remar Swazilândia continua a lutar contra a pobreza, dando e repartindo. Estamos empenhados em colocar o amor em ação.

A ASSOCIAÇÃO REMAR PORTUGUESA, em cooperação com PARTILHA CONSTANTE - ASSOCIAÇÃO, vem desta forma anunciar que a já habitual Ceia de Natal Solidária, dirigida aos sem-abrigo e população mais fragilizada da cidade de Lisboa, vai ser levada a cabo em formato Take Away, em virtude das imposições restritivas da DGS, (Direção Geral de saúde), motivadas pela Pandemia COVID19.

 

Muito Agradecemos a todos os que se voluntariaram, no entanto e tendo em conta o formato excecional em que a ceia será servida este ano, não será necessário o numero de voluntários com que habitualmente contamos para o efeito, sendo que oportunamente, o nosso departamento de relações publicas convocará o grupo de voluntários necessários para levar a cabo esta iniciativa. 

Assim sendo informamos que estão já encerradas as inscrições para este evento em particular, mantendo-nos no entanto na expetativa 
que muito em breve todos possamos de novo dar o nosso contributo aos mais carenciados, através deste ou de outro projecto social em curso.
Sem mais por agora desejamos a todos umas festas felizes e um prospero ano novo com muita saude.