Apoio a Reclusos

Tratamos os reclusos de modo diferente, confortando-os com refei√ß√Ķes regulares e vestu√°rio adequado.¬†Em alguns dos pa√≠ses mais pobres, nomeadamente no Abidjan, a pris√£o encontra-se sob a gest√£o da REMAR. Tamb√©m na Argentina e no Paraguai sendo esta uma das pris√Ķes mais perigosas em America Latina.

 

 

 

Em Portugal fazemos trabalho nas pris√Ķes do Linh√≥, Carregueira, Santa Cruz do Bispo, ajudando de um modo especial aqueles que n√£o t√™m apoio familiar. Levamos vestu√°rio, cal√ßado e produtos de higiene, bem como uma palavra de conforto e amizade, na esperan√ßa de que um dia as suas vidas ir√£o melhorar.

Temos protocolos com os Tribunais, e os reclusos que não têm família, ou são estrangeiros, vêm para a nossa associação passar as suas saídas precárias e condicionais. Muitos deles ficam para sempre na nossa companhia.

 

Mantenha sempre o presente preso, como se você estivesse preso com eles; e também àqueles que sofrem maus tratos, como se você estivesse no lugar deles. Hebreus 13:3