Acampamento de Refugiados

Projeto de apoio SOS

Há já algum tempo que o Assunto dos Refugiados deixaram de ser notícia, mas não quer dizer que já esteja resolvido. Ainda há muitas pessoas nos Campos de Refugiados, na sua maioria em Lesbos, onde a Remar e outras Associações, estão diariamente a oferecer ajuda. A Alimentação, o Vestuário, os Cuidados Médicos e todas as Necessidades Básicas, estão a ser cobertas por nós ONG Remar.

 Campos de refugiados gracia Campos de refugiados gracia

A ONG REMAR trabalha nos campos de refugiados na Grécia, onde milhares de pessoas continuam vivendo desde 2015 sem uma solução concreta para eles e as suas famílias. Estes milhares de refugiados são pessoas que um dia tiveram que deixar suas propriedades, seus bens materiais e toda a sua vida por causa da guerra e da violência, embarcando em um caminho difícil no qual até hoje eles não têm saída.

Na tarde de domingo 29 de Setembro, houve um incêndio nos campos de refugiados de Lesbos, que começaram em uma pequena tenda que mais tarde se estendeu a mais e destruiu oito contentores que servem de abrigo para dezenas de refugiados. A situação tornou-se extremamente perigosa e violenta, pois muitos dos refugiados impotentes se depararam com a situação e vendo que havia duas pessoas mortas, algumas delas desencadearam uma crise de agressões e ataques contra a polícia e bombeiros.

Campos de refugiados gracia Campos de refugiados gracia

Os voluntários da ONG REMAR naquele local foram milagrosamente salvos pela mão de Deus. Todos estão bem e os veículos não foram destruídos, as outras casas e móveis não foram danificados, mas viveram momentos de grande tensão e angústia.
Atualmente, tudo voltou à normalidade, mas é necessário o nosso apoio para estes tipos de situações extremas que coloca em perigo as suas vidas e as de milhares de pessoas que vivem naquele local.

A realidade que é vivida diariamente nos campos de refugiados é extremamente difícil, a mídia divulga poucas informações e parece um assunto esquecido, quando existem milhares de pessoas que continuam vivendo na mais extrema incerteza do que será o seu futuro, suas vidas continuam em uma rotina diária, em um ambiente em que não há possibilidade de mudança e o tempo não para.

Campos de refugiados gracia

A sua Ajuda

Apelamos a empresas e pessoas com corações cheios de compaixão, amor e misericórdia para que se juntem enviando todos os tipos de ajuda e colaborem com a ONG REMAR SOS em Lesbos, uma vez que a necessidade naquele local é extrema e constante. Da REMAR Espanha e de outros países, são enviados contentores de ajuda humanitária onde recebem todos os tipos de ajuda e o apoio é dado diariamente a milhares de refugiados.

Estamos em constante empenho de poder alcançar o máximo numero de pessoas desfavorecidas dos mais variados problemas sociais. Sejam adictos, sem-abrigo, órfãos, violência, refugiados, abandonados, desempregados, idosos, com depressão e outros tipos de casos.

Não temos requisitos quanto às pessoas que nos quiserem ajudar. Precisamos, simplesmente, que tenha um coração disposto a servir!
A necessidade mais urgente é de Voluntários e do Apoio Económico para movimentar este Projecto, diariamente.

  Colabore e participe deste Projecto!  
Contacte-nos para
relacoespublicas@remar.pt

 

  Contactos diretos através de:  
email: sos@remar.ch
Tel. +41 844 777 770

 

Colabore – Participe – Compartilhe 

Colaborar

 

  Publicado por Remar S.O.S em Domingo, 6 de outubro de 2019

Publicado por Remar S.O.S em Domingo, 6 de outubro de 2019

{youtube}https://youtu.be/maz49jrb45s{/youtube}

A ASSOCIAÇÃO REMAR PORTUGUESA, em cooperação com PARTILHA CONSTANTE - ASSOCIAÇÃO, vem desta forma anunciar que a já habitual Ceia de Natal Solidária, dirigida aos sem-abrigo e população mais fragilizada da cidade de Lisboa, vai ser levada a cabo em formato Take Away, em virtude das imposições restritivas da DGS, (Direção Geral de saúde), motivadas pela Pandemia COVID19.

 

Muito Agradecemos a todos os que se voluntariaram, no entanto e tendo em conta o formato excecional em que a ceia será servida este ano, não será necessário o numero de voluntários com que habitualmente contamos para o efeito, sendo que oportunamente, o nosso departamento de relações publicas convocará o grupo de voluntários necessários para levar a cabo esta iniciativa. 

Assim sendo informamos que estão já encerradas as inscrições para este evento em particular, mantendo-nos no entanto na expetativa 
que muito em breve todos possamos de novo dar o nosso contributo aos mais carenciados, através deste ou de outro projecto social em curso.
Sem mais por agora desejamos a todos umas festas felizes e um prospero ano novo com muita saude.