Historia de Remar

Tudo Começou Na Cidade De Vitória Em Alavá (Espanha), Em 1982 

A Remar, denominação que tem como objetivo a "Reabilitação de Marginalizados", teve origem no ano de 1982, quando os seus fundadores, Juan Miguel Diez Alvarez, diretor gerente da Clínica Alava em Vitória, Espanha, e sua mulher Maria Carmén Jiménez Sanz, decidiram, cumprindo aquilo que referem ser uma chamada de Deus, hipotecar uma parte das suas propriedades, e vender a outra, com o objetivo de comprar a Quinta de Mendiola. Essa quinta, juntamente com a sua própria casa, foram os dois primeiros Centros onde se acolheram pessoas necessitadas, principalmente toxicodependentes e alcoólicos para reabilitação.

Esse é o berço de todo este magnífico Projeto de Ajuda material e espiritual a pessoas socialmente marginalizadas. Posteriormente, no ano de 1984 foi aberto um Centro em Pangua (Alava, Espanha) e uma Sociedade Comercial que integrou as primeiras pessoas reabilitadas no referido Centro. Ainda decorria esse ano, e os seus fundadores decidiram abrir novos Centros na província de Guipúzcoa, mais concretamente em San Sebastian e em Andoain, onde simultaneamente se desenvolveu uma pequena Indústria dedicada à recuperação e reciclagem de desperdícios têxteis, cuja atividade se encaixou perfeitamente na terapia desenvolvida pelos Centros. .

 

História da Instituição em Portugal

Entretanto, em 1989, deu-se início à Atividade Internacional, começando por Portugal. Neste mesmo ano chegou a Portugal, vindos de Espanha uma equipa liderada por Angel Jimenez e Elena Castro Ruiz, sua esposa, para dar início ao trabalho. Instalaram-se no Norte do País, na Quinta da Bela Vista, que era pertença de uma Associação Evangélica, e começaram a Obra em parceria, usando-a como Lugar de Acolhimento para aqueles que iam sendo ajudados a sair das ruas.

Começaram a fazer trabalho de evangelização e de sensibilização no Porto, e os que respondiam aos apelos feitos, eram trazidos para esta Quinta, que naquela altura, era a única. As primeiras Campanhas Evangelísticas foram realizadas em Vila Nova de Gaia, durante o ministério do Angel, com a ajuda de equipas vindas de Espanha, com o grupo JUDÁ, acompanhadas pelo pastor Miguel Díez, o qual tinha a responsabilidade de pregar o Evangelho. Foi com o Angel que o trabalho se expandiu, chegando a Coimbra, (Casal de Ermio e Lousã), Viseu, Montemor o Novo, Porto, Vila Nova de Gaia e Braga. A primeira igreja a ser aberta, foi em Coimbra, na Rua Brigadeiro Correia Cardoso Em 1993, o irmão Luís Filipe. assumiu a responsabilidade do trabalho, e durante o seu ministério, a obra teve um crescimento notável, não só com a aquisição de vários espaços para o desenvolvimento do ministério da Remar, mas também para a sua consolidação. As quintas em Santarém, Benaciate no Algarve, Carcavelos, Beja, Évora e em Campo de Ourique em Lisboa, bem como os centros de 1ª e 2 ª fase. A primeira igreja foi também aberta em Lisboa, no seu ministério e no Porto, no Bolhão.

No ano de 1995, um primeiro grupo de homens seguiram para Angola, para abrir trabalho da Remar ali. No ano 1996, outro grupo deslocou-se para Moçambique com o mesmo objetivo. Em 2004 chegou a Portugal, interinamente, o pastor Javier Jimenez, e no seu trabalho adquirimos uma quinta urbana na cidade do Porto, na Rua Dr. Campos Monteiro, que ainda se encontra ativa. Ele estava de passagem, como se costuma dizer, mas ao mesmo tempo estava preparando o caminho para aquele que viria assumir a responsabilidade do trabalho. Não foi um tempo fácil, para pastor Javier, mas graças a Deus porque os homens que Deus levanta com este tipo de ministério, porque foi de grande bênção, em todas áreas.

Decorria o ano de 2005, ano em que não foi celebrado um Congresso em Portugal. Mas, foi no decorrer deste ano que veio do Belize, onde estava como missionário, o pastor Luís Miguel Santos, com sua esposa Sandra, e seu filho Sami. Sabiam que não vinham para uma tarefa fácil, mas Deus sempre ajuda e capacita aqueles que Ele separa para o seu uso exclusivo. É durante o seu ministério, que outras propriedades foram adquiridas, para ajuda aos mais carenciados. Foi adquirida uma Quinta em S. João das Lampas, Terrugem, para famílias e de acolhimento para mulheres com problemas. Adquiriuse também a Quinta da Fé, no Lourel, Sintra, também de apoio para homens que vinham para a 1ª Fase, e onde residem famílias de Obreiros. Este espaço está atualmente preparado para receber retiros das igrejas que o solicitam, tornando-se rentável para ajudar nas muitas despesas, mas Deus tem sido fiel.  

 

História Cronológica da Instituição em Portugal

  • 1989 - A ASSOCIAÇÃO REMAR iniciou o seu trabalho em Portugal com um Centro de Acolhimento em Penafiel, recebendo pessoas marginalizadas, sem abrigo, toxicodependentes e outros.
  • 1990 - Estendeu o seu trabalho até ao centro do País, abrindo outro Centro de Acolhimento em Viseu.
  • 1991 - Abertura de uma Casa para Famílias na Lousã, Coimbra, como também LOJAS SOLIDÁRIAS para auto sustentar-se.
  • 1992 - Alcançou um número elevado de pessoas necessitadas, desenvolvendo Campanhas de Sensibilização e Apoio nas Ruas e também abriu outro Centro de Acolhimento na Vila da Azambuja.
  • 1995 - Inauguração de uma Quinta de Primeira Fase para acolhimento dos utentes que continuavam a crescer numerosamente.
  • 1997 - Chegou até ao sul do País, onde se alugou uma Quinta para Acolhimento em Palmela.
  • 1998 - Expandiu-se por todo o País, abrindo outro Centro de Acolhimento no Algarve.
  • 2009 - Abertura de uma Quinta para Famílias em S. João das Lampas, Terrugem.
  • 2011 - Abertura de um Centro de acolhimento para Homens e Famílias em Lourel, Quinta da Fé, no Lourel.
  • 2011 - A ASSOCIAÇÃO REMAR fez um Protocolo de Cooperação com A PARTILHA CONSTANTE - ASSOCIAÇÃO
  • 2015 - Abertura de uma Quinta para Famílias em Cabriz, Sintra

 

 
 

Newsletter Mensal